Arquivo

Posts Tagged ‘Mobilidade’

Rede 4G

Já no inicio do ano de 2010 e algumas operadoras já citam que até o final desse ano teremos disponível mais uma rede, a 4G.

Essa rede tem como objetivo, como sempre, aumentar a largura de banda wireless disponível, garantindo uma melhor experiência de acesso à rede. Chegando à velocidade de 100 Mbits/s, agora vários serviços poderão ser feitos com melhor qualidade que no 3G, um exemplo é o P2P em dispositivos que, no Brasil com a velocidade padrão de internet sendo cerca de 2 Mbits/s, não proporciona uma qualidade/quantidade de download como o nível da Europa, local onde será implantada a rede 4G, segundo 100 operadoras do Antigo Mundo.

E como as operadoras já afirmam isso, duas empresas, a Ericsson e a Alcatel-Lucent, confirmaram a fabricação dos primeiros celulares para a nova geração, segundo o The Wall Street Journal.

É meu amigos, é como os Barenaked Ladies dizem:

“…Music and mythology, Einstein and astrology

It ALL started with the big bang!”

Qual é o melhor Filesystem para um HD Externo?

04/01/2010 5 comentários

Num leque de opções de sistemas de arquivos, destacamos os mais populares, para Windows, Linux e MacOS X.
Dentre eles estão, FAT32 (ainda existe?), NTFS, EXT2, EXT3, EXT4 e HFS+.

No caso do FAT32, contamos com uma limitação que considero ser impraticável nos dias de hoje, que é a limitação de 4 Gb para cada arquivo. Para ser bem chato, seriam 4Gb menos um byte.
Na era dos arquivos .mdk (bluray) e DVDs rolando por aí, dá para contar com um filesystem que tenha essa limitação?
Isso sem contar na falta de segurança, alto nível de fragmentação e tudo mais. Aposto que muita gente aqui já teve um arquivo corrompido numa partição FAT32.
Acredito que o único ponto “forte”, seria a compatibilidade desse sistema de arquivos, já que é totalmente compatível com o linux e com o MAC OS X.

No caso do NTFS, trata-se de um sistema de arquivos bem mais confiável do que o FAT32, no que diz respeito a sistemas de arquivos do Tio Bill, porém, na minha opinião, extremamente lento, se comparado aos EXT2, EXT3 e EXT4.
Se o usuário do tal HD Externo for um usuário exclusivo de sistemas Microsoft, da versão do Windows 2000 para cá, não há discussão, NTFS é a melhor solução.
Porém, se for um usuário misto ou um usuário massivo de Linux, terá que saber em que terreno está pisando, já que o suporte à partições NTFS evoluiu bastante no linux, mas, ainda existem algumas questões. Porém, nada que interfira diretamente no uso de um usuário comum que quer apenas que seus arquivos sejam acessados, alterados, copiados e etc.
Particularmente, já notei um uso excessivo de CPU no momento de gravação de arquivos numa partição NTFS a partir do GNU/Linux. Quem me conhece, sabe que presto MUITA atenção nesse tipo de coisa.
Leia mais…