Padrão Gmail será HTTPS

14/01/2010 1 comentário

E demorou muito…
Há um bom tempo a Google oferece a opção de utilização do protocolo HTTPS para os seus usuários. Ontem, a empresa anunciou a decisão de migrar todos os seus usuários para o protocolo.
A empresa também informou que não havia tomado a decisão antes, por questões de velocidade, já que a conexão encriptada tornaria o acesso aos e-mails um pouco mais lento. Porém, nos últimos meses, a estiveram observando e estudando o custo benefício de se adotar o HTTPS por padrão e viram que realmente era o melhor a se fazer.

Algumas pessoas suspeitam que a decisão tenha sido tomada após a publicação de que usuários chineses tiveram suas contas do Gmail “hackeadas“.
Na época, foi dito que apenas duas contas foram acessadas e apenas algumas informações puderam ser vistas, como data de criação da conta.
Pelo visto, o pessoal de lá acredita que a brecha tenha sido a interceptação de dados no tráfego de dados inseguro, entre os servidores Google e os usuários.

Eu já utilizo o HTTPS no Gmail há um bom tempo, mas, gostei da iniciativa da Google, independentemente do motivo.

Anúncios
Categorias:Google, Segurança Tags:, ,

Esqueçam LCDs e LEDs…

A Tecnologia LCD tudo bem, muita gente já sabe que os LEDs já estão tomando conta das TVs e dos Monitores.
Mas, peraí, já estão matando os LEDs também?? Isso mesmo, você não leu errado.

Após todo o investimento das grandes montadoras/criadoras de TVs e Monitores, com seus novos equipamentos ultra-finos e com um consumo ainda mais baixo de energia, há a possibilidade da tecnologia já ter nascido “morta”. Pelo menos é o que diz esse site.
A tecnologia dos LPDs (laser phosphor displays), deverá ser demonstrada numa feira de tecnologia em Amsterdã, no próximo mês.
Também já foi divulgado pela empresa que as novas telas consumiriam menos energia do que as atuais tecnologias e seriam mais fáceis de se fabricar.

Para mais detalhes (em inglês): http://www.xconomy.com/boston/2010/01/13/prysm-hopes-laser-driven-screens-will-outshine-lcd-led-displays

Categorias:Hardware Tags:,

Rede 4G

Já no inicio do ano de 2010 e algumas operadoras já citam que até o final desse ano teremos disponível mais uma rede, a 4G.

Essa rede tem como objetivo, como sempre, aumentar a largura de banda wireless disponível, garantindo uma melhor experiência de acesso à rede. Chegando à velocidade de 100 Mbits/s, agora vários serviços poderão ser feitos com melhor qualidade que no 3G, um exemplo é o P2P em dispositivos que, no Brasil com a velocidade padrão de internet sendo cerca de 2 Mbits/s, não proporciona uma qualidade/quantidade de download como o nível da Europa, local onde será implantada a rede 4G, segundo 100 operadoras do Antigo Mundo.

E como as operadoras já afirmam isso, duas empresas, a Ericsson e a Alcatel-Lucent, confirmaram a fabricação dos primeiros celulares para a nova geração, segundo o The Wall Street Journal.

É meu amigos, é como os Barenaked Ladies dizem:

“…Music and mythology, Einstein and astrology

It ALL started with the big bang!”

Load Cycle Count no Ubuntu Karmic Koala (9.10)

12/01/2010 3 comentários

Não sei quantas pessoas aqui conhecem essa “falha”, que não afeta somente o Ubuntu, mas, TODAS as distros que eu conheço, para não dizer todas.
Para quem não sabe, Load Cycle Count é o número de vezes que a agulha de leitura dos HD’s é recolhida, geralmente, para economia de energia. Por isso, a “falha” que citarei afeta os notebooks.

Há um tempo atrás, foi descoberto que nos sistemas linux, os HD’s estavam recolhendo a agulha de leitura muito mais do que o necessário. Isso, fatalmente, diminui o tempo de vida dos discos, já que pelo menos eu, considero que a parte mecânica seja o calcanhar de aquiles dos discos rígidos.

Para contornar esse problema, um script no Ubuntu Perfeito (pequeno pacote para customização do Ubuntu), oferece duas opções para contornar essa situação:

1- Diminuir a economia de energia, o que diminuirá os danos;
2- Desativar a economia de energia, o que eliminará esse problema, mas, muitos dizem que fará com que a temperatura do disco aumente.

Leia mais…

Categorias:Hardware, Linux Tags:, , ,

Linux Terminal Server Project

Hoje, um estimado amigo me perguntou se eu conhecia o LTSP (Linux Terminal Server Project), como realmente não conhecia, fiz o que qual quer um teria feito, pesquisei no Google!

Enquanto ele montava a estrutura no note dele, li algumas coisas sobre o assunto.

O sistema operacional usado foi o Ubuntu 9.04 (32 bits)

Depois de uma breve discussão de como deveria ficar a rede para o funcionamento da LTSP começaram os trabalhos.

Leia mais…

Qual é o melhor Filesystem para um HD Externo?

04/01/2010 5 comentários

Num leque de opções de sistemas de arquivos, destacamos os mais populares, para Windows, Linux e MacOS X.
Dentre eles estão, FAT32 (ainda existe?), NTFS, EXT2, EXT3, EXT4 e HFS+.

No caso do FAT32, contamos com uma limitação que considero ser impraticável nos dias de hoje, que é a limitação de 4 Gb para cada arquivo. Para ser bem chato, seriam 4Gb menos um byte.
Na era dos arquivos .mdk (bluray) e DVDs rolando por aí, dá para contar com um filesystem que tenha essa limitação?
Isso sem contar na falta de segurança, alto nível de fragmentação e tudo mais. Aposto que muita gente aqui já teve um arquivo corrompido numa partição FAT32.
Acredito que o único ponto “forte”, seria a compatibilidade desse sistema de arquivos, já que é totalmente compatível com o linux e com o MAC OS X.

No caso do NTFS, trata-se de um sistema de arquivos bem mais confiável do que o FAT32, no que diz respeito a sistemas de arquivos do Tio Bill, porém, na minha opinião, extremamente lento, se comparado aos EXT2, EXT3 e EXT4.
Se o usuário do tal HD Externo for um usuário exclusivo de sistemas Microsoft, da versão do Windows 2000 para cá, não há discussão, NTFS é a melhor solução.
Porém, se for um usuário misto ou um usuário massivo de Linux, terá que saber em que terreno está pisando, já que o suporte à partições NTFS evoluiu bastante no linux, mas, ainda existem algumas questões. Porém, nada que interfira diretamente no uso de um usuário comum que quer apenas que seus arquivos sejam acessados, alterados, copiados e etc.
Particularmente, já notei um uso excessivo de CPU no momento de gravação de arquivos numa partição NTFS a partir do GNU/Linux. Quem me conhece, sabe que presto MUITA atenção nesse tipo de coisa.
Leia mais…

Camisa com detector de Wireless

Parafraseando um sábio: A tecnologia é uma coisa “felomenal”.

Ao invés de simplesmente ativarmos a WIFI do nosso gadget para procurar uma rede wireless, alguns modistas preferiram investir em uma tecnoroupa para mostrar ao portador (e todos os outros a sua volta) que existe uma rede sem fio na região.

Segundo o site que revende esse produto (Asiatronic) ele utiliza três bateria AAA (obviamente não inclusas)  e é IDEAL para tirar onda (literalmente) com seus amigos.

Meu Deus onde isso vai parar.

Categorias:Tecnologia Tags:,