Archive

Archive for the ‘Software Livre’ Category

Ubuntu declara ter 12 milhões de usuários

08/04/2010 1 comentário

Certamente é sempre muito difícil apurar exatamente quantos usuários utilizam determinado produto. Isso se tratando de aplicações propriétarias, que dirá as livres.

Porém, a Canonical diz ter uma idéia da quantidade de “ubunteiros”.
E esse número aumento 50% nos últimos 18 meses.

“Como não contamos com um processo de registro de usuários é sempre uma estimativa. Mas, baseados na mesma metodologia adotada em 2008, acreditamos estar perto de 12 milhões de usuários.” Dito por Chris Kenyon, vice presidente OEM da Canonical ao site InternetNews.com.

Ainda na categoria “número de usuários”, o pessoal do Fedora, atualmente, diz ter algo em torno de 24 milhões de usuários.
Número espantoso? Achou que o Ubuntu teria bem mais usuários? Pois é, muita gente pensa assim. E com razão.

Mas, como são sempre estimativas, até que ponto podemos dizer que os número são reais e não um tanto quanto delirantes otimistas demais?

Categorias:Linux, Software Livre

Software Livre = Pirataria???

O Tio Sam está de olho...

Depois de um século, volto a postar aqui no TechnesBR.
Ainda bem que o objetivo dos “blogueiros” daqui não é alcançar altos níveis de popularidade, senão, seria difícil.
Bem, minhas férias já acabaram há praticamente um mês, estou de equipamento novo e é hora de voltar aos posts.

O assunto escolhido foi essa idéia bizarra de um grupo de americanos que está sugerindo ao governo americano que considere “código aberto”/software livre como um tipo de pirataria.
Nesse momento muitos leitores devem estar torcendo a cara e dizendo “Ahnnn??? Como assim?”. Pois é, eu fiz o mesmo.

A “IIPA” – The International Intellectual Property Alliance (Aliança Internacional de Propriedade Intelectual) um grupo guarda-chuva para associações americanas de publicidade, softwares, filmes, programas de televisão, solicitou à US Trade Representative (USTR) que considere países como Indonésia, Brasil e Índia como integrantes de sua lista de países digamos, suspeitos (Special 301 watchlist). O motivo? Por incentivarem o uso de Software Livre.

A tal lista examina a adequação e a eficácia dos direitos de propriedade intelectual em torno do planeta. Efetivamente, é uma lista de países que o governo americano considera como inimigos do capitalismo.

Era só o que faltava. Mais uma vez o governo americano em busca de dinheiro querendo obrigar a todos a seguir seus padrões.
É muito fácil defender o padrão de software proprietário com licenças a preço de banana, se comparados com os valores que pagamos aqui na terra da amazônia, onde o governo mete a mão e praticamente obriga os usuários finais a adotarem a pirataria como “solução”.

ODF – OpenDinamarca Format?!?!?!?

Primeiramente, gostaria de me desculpar pela ausência nos últimos dias, estive meio ocupado e não pude postar.

Mas voltando ao assunto. A Dinamarca, em decisão de seu parlamento, publicou se todos os Órgãos do governo devem trabalhar com o padrão aberto de documentos, engordando a  conta da ODF Aliance que atualmente conta com 18 países apoiadores.

Isso mostra como a força do padrão aberto e indica novos rumos para ele. Veremos como ele será tratado pelo OpenOffice (agora com a toda-poderosa Oracle), que já deu algumas dicas de como tratará o produto, inclusive citou um futura aplicação nas nuvens (a la Google Docs).

Outra coisa que deve ser levada em consideração foi o post do outro autor do blog sobre a criação de vagas de trabalho para OpenOffice na Micro$oft. Qual seria a estratégia deles (Oracle e Microsoft)? Não perca nos próximos capítulos.

Run IE, Run… (far away)

É meus amigos, depois da notícia da Alemanha que  recomendou que todos migrassem para um navegador mais seguro, a França fez o mesmo, citando a falha de segurança do IE que foi utilizada para quebrar a rede da GOOGLE. Isso refletiu diretamente no número crescente de download do Firefox e outros browsers (Chrome, opera…)

É a oportunidade do Firefox e dos outros navegadores livres.

O mais incrível é que diante dessa a Microsoft citou apenas (por enquanto) que seus usuários atualizassem seus navegadores para o IE8, que também é afetado pelo exploit e citou que a se fosse feita configuração de zona de segurança para “alta” os ataques seriam evitados, porém isso prejudica a navegação do usuário.

Assim como o Augusto Campos, gostaria que isso refletisse positivamente, de forma que os usuários pudessem conhecer e avaliar os softwares livres e, assim, comprovar a qualidade dos produtos que são “grátis”.

Linux Terminal Server Project

Hoje, um estimado amigo me perguntou se eu conhecia o LTSP (Linux Terminal Server Project), como realmente não conhecia, fiz o que qual quer um teria feito, pesquisei no Google!

Enquanto ele montava a estrutura no note dele, li algumas coisas sobre o assunto.

O sistema operacional usado foi o Ubuntu 9.04 (32 bits)

Depois de uma breve discussão de como deveria ficar a rede para o funcionamento da LTSP começaram os trabalhos.

Leia mais…

Seria o OpenOffice uma ameaça à Microsoft?

Seria o Openoffice uma ameça? A Microsoft acha que sim.
Muita gente afirma que o Openoffice.org nem de longe atinge ou ameaça a suíte Microsoft Office. Para mim, está mais para a categoria “Segunda Opção”, e não como “Rival”.

Mas, parece que a Microsoft encara de outra forma, pelo menos é o que demonstram, com o novo cargo apresentado pelo empresa em seu site,”Linux and Open Office Compete Lead”.
Por favor, me informem se entendi errado, mas, está bem claro que o cargo é para um líder para competição/concorrência com o Linux e Open Office.

E a coisa vai além, segundo o site, competir com o GNU/Linux e Openoffice.org é uma das maiores preocupações do Sr. Steve Ballmer.

É, parece que o pessoal de lá anda assustado (sem motivos???).

Para que quiser concorrer ao posto:
Take a look!