Início > Hardware, Linux > Load Cycle Count no Ubuntu Karmic Koala (9.10)

Load Cycle Count no Ubuntu Karmic Koala (9.10)


Não sei quantas pessoas aqui conhecem essa “falha”, que não afeta somente o Ubuntu, mas, TODAS as distros que eu conheço, para não dizer todas.
Para quem não sabe, Load Cycle Count é o número de vezes que a agulha de leitura dos HD’s é recolhida, geralmente, para economia de energia. Por isso, a “falha” que citarei afeta os notebooks.

Há um tempo atrás, foi descoberto que nos sistemas linux, os HD’s estavam recolhendo a agulha de leitura muito mais do que o necessário. Isso, fatalmente, diminui o tempo de vida dos discos, já que pelo menos eu, considero que a parte mecânica seja o calcanhar de aquiles dos discos rígidos.

Para contornar esse problema, um script no Ubuntu Perfeito (pequeno pacote para customização do Ubuntu), oferece duas opções para contornar essa situação:

1- Diminuir a economia de energia, o que diminuirá os danos;
2- Desativar a economia de energia, o que eliminará esse problema, mas, muitos dizem que fará com que a temperatura do disco aumente.

Eu, optei pela segunda opção e não notei nenhum aumenta na temperatura do meu HD, portanto, o que fiz foi incluir a seguinte linha no /etc/rc.local:

/sbin/hdparm -B 255 /dev/sda

Logicamente, o pacote HDPARM é necessário, e o seu dispositivo pode não ser o /dev/sda.
Nesse ponto, você já deve estar perguntado o motivo do Karmic Koala no título desse post, se não está, deveria.
A explicação é simples, notei que no menu de Gerenciamento de Energia do Ubuntu 9.10 há agora uma opção que permite ao usuário habilitar ou não a economia de energia dos discos.

Gerenciamento de Energia

Caso alguém não tenha visto, na opção está escrito: “Diminuir atividade dos discos quando possível”.
Sendo assim, resolvi testar, já que no script supracitado é feito um teste de trinta minutos, definindo se é necessário ou não alguma mudança.
Eis o resultado do teste:

Nenhum problema encontrado, usuário feliz e satisfeito. Ponto para o pessoal do Ubuntu.
Quem me conhece, sabe que é quase um sofrimento para mim admitir isso.😀
Não fui muito a fundo na explicação do Load Cycle, pois esse não é o objetivo do post. Quem quiser se aprofundar no assunto, que não é novo, não enfrentará nenhuma dificuldade em encontrar material no Google.

Espero que seja útil para alguém.

Abraços.

Categorias:Hardware, Linux Tags:, , ,
  1. Jônatas
    13/01/2010 às 09:18

    Bom, além da preocupação com HD, normalmente você cita muito a questão da temperatura do processador que, aparentemente foi resolvida desde a versão 9.04.

    Como sei da sua dificuldade de admitir que: Ubuntu > Fedora, gostei bastante desse post.

    Mesmo sabendo dos propósitos diferentes, sempre rola uma rixa entre as duas distros. Mas isso não vem ao caso.

    Parabéns pelo post.

  2. 15/04/2010 às 01:09

    Esse artigo é da hora, eu tava pesquisando sobre isso e um amigo meu me indicou seu post!

    Obrigado!

  3. Lucas
    15/02/2011 às 13:24

    Eu uso Slackware 13.1 e o problema continua ja tentei varios tutos e os Load Cycles continuam crecendo fantasmagoricamente

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: